Vem aí… JULHO DAS PRETAS – PR 2018! As mulheres negras do Paraná se reuniram, de forma independente ou por meio de movimentos sociais e demais organizações, para organizar uma programação com muitas atividades para o Julho das Pretas 2018. Há tempos que o Movimento de Mulheres Negras (MMN) realiza eventos em comemoração ao Dia […]

VER TAMBÉM:

Vem aí… JULHO DAS PRETAS – PR 2018!

As mulheres negras do Paraná se reuniram, de forma independente ou por meio de movimentos sociais e demais organizações, para organizar uma programação com muitas atividades para o Julho das Pretas 2018.

Há tempos que o Movimento de Mulheres Negras (MMN) realiza eventos em comemoração ao Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, em 25 de julho. Desde o ano passado, esse evento que era realizado em apenas um dia se ampliou e se transformou em uma programação de atividades para o mês de julho.

O mote desse ano é: DIREITOS IMPORTAM! PRETAS NO PODER!

 

Entenda melhor sobre a comemoração do Julho das Pretas:

Texto de Ana Carolina Dartora

*DIA 25 DE JULHO, DIA NACIONAL DE TEREZA DE BENGUELA*

Dia 25 de Julho se celebra no Brasil o Dia Nacional de *Tereza de Benguela* e da Mulher Negra. A data foi instituída através da Lei nº 12.987/2014, que entrou em vigor no dia 02 de junho de 2013. A inspiração vem do Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, marco internacional da luta e da resistência da mulher negra, criado em 25 de julho de 1992, durante o 1º Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-Caribenhas, na República Dominicana.

Anualmente, o 25 de julho é, portanto, dedicado à mulher negra no Brasil e no mundo. Em todo o país, são realizadas audiências públicas, festivais, seminários, conferências, feiras, entre outras tantas atividades, numa reafirmação da identidade, da história, da resistência e da luta das mulheres negras em prol da igualdade de oportunidades que ainda não existe de fato em nossa sociedade.

*Tereza de Benguela* representa todas as mulheres negras na homenagem que lhe foi prestada através da Lei que institui o 25 de Julho no Brasil. Nascida no século XVIII, ela chefiou o Quilombo do Piolho ou Quariterê, nos arredores de Vila Bela da Santíssima Trindade, no Estado do Mato Grosso. Sob seu comando, a comunidade cresceu militar e economicamente, incomodando o governo escravista. Após ataques das autoridades ao local, Benguela foi presa, vindo a suicidar-se após se recusar a viver sob regime de escravidão.

Sua luta nos inspira para que sigamos atuando na busca por consolidação e visibilidade desta data, tendo em conta a condição de opressão de gênero, racial e étnica em que ainda vivem as mulheres negras.

Também celebramos esta data com o objetivo de ampliar e fortalecer organizações de mulheres negras, construir estratégias para a inserção de temáticas voltadas para o enfrentamento ao racismo, sexismo, discriminação, preconceito e demais formas de opressão, bem como fazemos exigência de ampliação de direitos, democratização de espaços de poder e decisão na sociedade, promoção, valorização e debate sobre a identidade da mulher negra brasileira.

*Direitos Importam! Pretas no Poder!*

 

Confira a programação e participe!

30/06 – Café e bate papo das pretas

Local: Sede da RMN-PR – Rua Professor Ovídio Brasílio da Costa, 2251, casa 3 – Santa Quitéria – Curitiba/PR

Horário: 9h30 – 12h

 

07/07 – Oficina Saúde da População Negra e Prevenção Combinada

Local: Tenda na “Boca Maldita” – Próxima à Praça Osório

Rua XV de Novembro – Curitiba/PR

Horário: 10h – 15h

 

07/07 e 08/07 – Ilê Yabás: mães e rainhas pretas

Virada Cultural de Mulheres Negras

Local: Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio

Rua Desembargador Clotário Portugal, 274, Centro – Curitiba/PR

Horário: a partir das 15h

 

14/07 – Cine Debate – Cara, Gente Branca

Local: Livraria Vertov

Rua Visconde do Rio Branco, 835 – Sala 02 – Mercês – Curitiba/PR

Horário: 18h

 

21/07 – Oficina – Autorretrato como processo de cura

Local: Livraria Vertov

Rua Visconde do Rio Branco, 835 – Sala 02 – Mercês – Curitiba/PR

Horário: 10h

 

21/07 – Roda de Conversa – Feminismo Negro

Local: Livraria Vertov

Rua Visconde do Rio Branco, 835 – Sala 02 – Mercês – Curitiba/PR

Horário: 14h

 

21/07 – Resistência com Abayomis

Local: Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba – SISMUC

Rua Monsenhor Celso, 225 – 2º andar

Horário: 15h

 

21/07 – Roda de Conversa – Saberes Ancestrais das Parteiras

Local: Livraria Vertov

Rua Visconde do Rio Branco, 835 – Sala 02 – Mercês – Curitiba/PR

Horário: 16h

 

22/07 – Feira do Afro-empreendedor

Homenagem às mulheres negras

Local: Praça Zumbi dos Palmares

Rua Eloi Orestes Zeglin, Pinheirinho – Curitiba/PR

Horário: 14h – 18h

 

22/07 – Oficina Corpo, Voz e Movimento

Local: Praça Zumbi dos Palmares

Rua Eloi Orestes Zeglin, Pinheirinho – Curitiba/PR

Horário: 15h – 16h

 

25/07 – Arraiá das Pretas

Local: Quintal da Maria

Av. Jaime Reis, 366 – São Francisco – Curitiba/PR

Horário: 19h – 22h

 

26/07 – Seminário Classe, Gênero e Raça

Local: Sede da APP Sindicato

Av. Iguaçu, 880 – Rebouças – Curitiba/PR

Horário: 18h – 20h

 

26/07 – A Mulher Negra na Universidade: conquistas e desafios

Local: Universidade Federal do Paraná – Setor de Ciências Humanas

Rua General Carneiro, 460 – Edifício D. Pedro I – Reitoria – Curitiba/PR

Horário: 19h

 

25, 26 e 27/07 – V Colóquio de Feminismo Negro

Local: Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Av. Colombo, 5790 – Jardim Universitário – Maringá/PR

Horário: 19h30

 

27/07 – II Seminário das Mulheres Negras de Cornélio Procópio

Local: Sede da ANEPRO (Associação dos Negros Procopenses)

Av. Antônio Silveira Brasil, 265, Jardim Bandeirantes – Cornélio Procópio / PR

Horário: 08h – 23h

 

27/07 – CuTUCando a Inspiração apresenta: Slam Resistência Surda

Local: Teatro Universitário de Curitiba – TUC

Galeria Júlio Moreira – Travessa Nestor de Castro, s/nº, Gal. Júlio Moreira – Centro – Curitiba/PR

Horário: 19h – 22h

Apoio: Feira do Poeta

Curadoria: Gabriela Grigolom

 

28/07 – Dia das Princesas Negras

Local: Sede da RMN-PR – Rua Professor Ovídio Brasílio da Costa, 2251, casa 3 – Santa Quitéria – Curitiba/PR

Horário: 10h

 

28/07 – Roda de Conversa “Empoderamento da mulher negra”

Dança e Bate-papo sobre o Julho das Pretas

Local: FAISCA – Feira Agroecológica de Inclusão Social Cultura e Artes

Avenida Ângelo Moreira, 5030 – Umuarama / PR

Horário: 16h – 20h

 

29/07 – Marcha das Mulheres Negras

Local: Parolin

Rua Professor Plácido e Silva, 860 – Parolin (Em frente ao Armazém da Família) – Curitiba/PR.

Horário: 14h

 

Vem aí… JULHO DAS PRETAS – PR 2018! As mulheres negras do Paraná se reuniram, de forma independente ou por meio de movimentos sociais e demais organizações, para organizar uma programação com muitas atividades para o Julho das Pretas 2018. Há tempos que o Movimento de Mulheres Negras (MMN) realiza eventos em comemoração ao Dia […]

Vem aí… JULHO DAS PRETAS – PR 2018!

As mulheres negras do Paraná se reuniram, de forma independente ou por meio de movimentos sociais e demais organizações, para organizar uma programação com muitas atividades para o Julho das Pretas 2018.

Há tempos que o Movimento de Mulheres Negras (MMN) realiza eventos em comemoração ao Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, em 25 de julho. Desde o ano passado, esse evento que era realizado em apenas um dia se ampliou e se transformou em uma programação de atividades para o mês de julho.

O mote desse ano é: DIREITOS IMPORTAM! PRETAS NO PODER!

 

Entenda melhor sobre a comemoração do Julho das Pretas:

Texto de Ana Carolina Dartora

*DIA 25 DE JULHO, DIA NACIONAL DE TEREZA DE BENGUELA*

Dia 25 de Julho se celebra no Brasil o Dia Nacional de *Tereza de Benguela* e da Mulher Negra. A data foi instituída através da Lei nº 12.987/2014, que entrou em vigor no dia 02 de junho de 2013. A inspiração vem do Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, marco internacional da luta e da resistência da mulher negra, criado em 25 de julho de 1992, durante o 1º Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-Caribenhas, na República Dominicana.

Anualmente, o 25 de julho é, portanto, dedicado à mulher negra no Brasil e no mundo. Em todo o país, são realizadas audiências públicas, festivais, seminários, conferências, feiras, entre outras tantas atividades, numa reafirmação da identidade, da história, da resistência e da luta das mulheres negras em prol da igualdade de oportunidades que ainda não existe de fato em nossa sociedade.

*Tereza de Benguela* representa todas as mulheres negras na homenagem que lhe foi prestada através da Lei que institui o 25 de Julho no Brasil. Nascida no século XVIII, ela chefiou o Quilombo do Piolho ou Quariterê, nos arredores de Vila Bela da Santíssima Trindade, no Estado do Mato Grosso. Sob seu comando, a comunidade cresceu militar e economicamente, incomodando o governo escravista. Após ataques das autoridades ao local, Benguela foi presa, vindo a suicidar-se após se recusar a viver sob regime de escravidão.

Sua luta nos inspira para que sigamos atuando na busca por consolidação e visibilidade desta data, tendo em conta a condição de opressão de gênero, racial e étnica em que ainda vivem as mulheres negras.

Também celebramos esta data com o objetivo de ampliar e fortalecer organizações de mulheres negras, construir estratégias para a inserção de temáticas voltadas para o enfrentamento ao racismo, sexismo, discriminação, preconceito e demais formas de opressão, bem como fazemos exigência de ampliação de direitos, democratização de espaços de poder e decisão na sociedade, promoção, valorização e debate sobre a identidade da mulher negra brasileira.

*Direitos Importam! Pretas no Poder!*

 

Confira a programação e participe!

30/06 – Café e bate papo das pretas

Local: Sede da RMN-PR – Rua Professor Ovídio Brasílio da Costa, 2251, casa 3 – Santa Quitéria – Curitiba/PR

Horário: 9h30 – 12h

 

07/07 – Oficina Saúde da População Negra e Prevenção Combinada

Local: Tenda na “Boca Maldita” – Próxima à Praça Osório

Rua XV de Novembro – Curitiba/PR

Horário: 10h – 15h

 

07/07 e 08/07 – Ilê Yabás: mães e rainhas pretas

Virada Cultural de Mulheres Negras

Local: Sociedade Operária Beneficente 13 de Maio

Rua Desembargador Clotário Portugal, 274, Centro – Curitiba/PR

Horário: a partir das 15h

 

14/07 – Cine Debate – Cara, Gente Branca

Local: Livraria Vertov

Rua Visconde do Rio Branco, 835 – Sala 02 – Mercês – Curitiba/PR

Horário: 18h

 

21/07 – Oficina – Autorretrato como processo de cura

Local: Livraria Vertov

Rua Visconde do Rio Branco, 835 – Sala 02 – Mercês – Curitiba/PR

Horário: 10h

 

21/07 – Roda de Conversa – Feminismo Negro

Local: Livraria Vertov

Rua Visconde do Rio Branco, 835 – Sala 02 – Mercês – Curitiba/PR

Horário: 14h

 

21/07 – Resistência com Abayomis

Local: Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba – SISMUC

Rua Monsenhor Celso, 225 – 2º andar

Horário: 15h

 

21/07 – Roda de Conversa – Saberes Ancestrais das Parteiras

Local: Livraria Vertov

Rua Visconde do Rio Branco, 835 – Sala 02 – Mercês – Curitiba/PR

Horário: 16h

 

22/07 – Feira do Afro-empreendedor

Homenagem às mulheres negras

Local: Praça Zumbi dos Palmares

Rua Eloi Orestes Zeglin, Pinheirinho – Curitiba/PR

Horário: 14h – 18h

 

22/07 – Oficina Corpo, Voz e Movimento

Local: Praça Zumbi dos Palmares

Rua Eloi Orestes Zeglin, Pinheirinho – Curitiba/PR

Horário: 15h – 16h

 

25/07 – Arraiá das Pretas

Local: Quintal da Maria

Av. Jaime Reis, 366 – São Francisco – Curitiba/PR

Horário: 19h – 22h

 

26/07 – Seminário Classe, Gênero e Raça

Local: Sede da APP Sindicato

Av. Iguaçu, 880 – Rebouças – Curitiba/PR

Horário: 18h – 20h

 

26/07 – A Mulher Negra na Universidade: conquistas e desafios

Local: Universidade Federal do Paraná – Setor de Ciências Humanas

Rua General Carneiro, 460 – Edifício D. Pedro I – Reitoria – Curitiba/PR

Horário: 19h

 

25, 26 e 27/07 – V Colóquio de Feminismo Negro

Local: Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Av. Colombo, 5790 – Jardim Universitário – Maringá/PR

Horário: 19h30

 

27/07 – II Seminário das Mulheres Negras de Cornélio Procópio

Local: Sede da ANEPRO (Associação dos Negros Procopenses)

Av. Antônio Silveira Brasil, 265, Jardim Bandeirantes – Cornélio Procópio / PR

Horário: 08h – 23h

 

27/07 – CuTUCando a Inspiração apresenta: Slam Resistência Surda

Local: Teatro Universitário de Curitiba – TUC

Galeria Júlio Moreira – Travessa Nestor de Castro, s/nº, Gal. Júlio Moreira – Centro – Curitiba/PR

Horário: 19h – 22h

Apoio: Feira do Poeta

Curadoria: Gabriela Grigolom

 

28/07 – Dia das Princesas Negras

Local: Sede da RMN-PR – Rua Professor Ovídio Brasílio da Costa, 2251, casa 3 – Santa Quitéria – Curitiba/PR

Horário: 10h

 

28/07 – Roda de Conversa “Empoderamento da mulher negra”

Dança e Bate-papo sobre o Julho das Pretas

Local: FAISCA – Feira Agroecológica de Inclusão Social Cultura e Artes

Avenida Ângelo Moreira, 5030 – Umuarama / PR

Horário: 16h – 20h

 

29/07 – Marcha das Mulheres Negras

Local: Parolin

Rua Professor Plácido e Silva, 860 – Parolin (Em frente ao Armazém da Família) – Curitiba/PR.

Horário: 14h

 

VER TAMBÉM: