Evento homenageou 30 mulheres de diferentes frentes de combate ao racismo estrutural.   No dia 18 de julho de 2019, oito filiadas da Rede de Mulheres Negras do Paraná foram homenageadas, juntamente com outras vinte e duas mulheres, pelo Movimenta Preta. O evento aconteceu no Museu Oscar Niemeyer (MON) e faz parte de uma programação […]

VER TAMBÉM:

Evento homenageou 30 mulheres de diferentes frentes de combate ao racismo estrutural.

 

Mulheres homenageadas – Foto: Kraw Pennas / SECC

No dia 18 de julho de 2019, oito filiadas da Rede de Mulheres Negras do Paraná foram homenageadas, juntamente com outras vinte e duas mulheres, pelo Movimenta Preta. O evento aconteceu no Museu Oscar Niemeyer (MON) e faz parte de uma programação que tem como objetivo dar visibilidade ao 25 de Julho, Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha e ao Dia Nacional de Tereza de Benguela.

A homenagem abriu o Movimenta Preta e faz parte da programação do Julho das Pretas – PR 2019.

 

Mulheres homenageadas – Foto: Julho das Pretas – PR

Para a Rede de Mulheres Negras do Paraná o momento foi muito relevante e destaca o trabalho da ONG que já tem 13 anos de existência. Mais ainda, estar presente em um evento que contou com a participação de representantes de outras organizações, mulheres que atuam em diferentes frentes, contudo todas em prol do combate ao racismo.

As filiadas da RMN-PR que foram homenageadas foram: Alaerte Martins, Angela Martins, Angela Sarneski, Heliana Hemetério, Juliana Mittelbach, Marina Galdino, Michely Ribeiro e Silvana Bárbara.

Após as homenagens houve a inauguração da exposição do Coletivo EróÊre, realizado pelo Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC) e pela Secretaria da Comunicação Social e da Cultura do Paraná. A exposição faz parte do Projeto “EróÊre: Negras Conexões”, em celebração ao Julho das Pretas. O EróÊre é um coletivo formado por artistas visuais negras de Curitiba, entre elas Eliana Brasil, filiada à Rede Mulheres Negras – PR.

 

Mulheres do Coletivo EróÊre – Foto: Julho das Pretas – PR

O Julho das Pretas – PR 2019 continua com suas atividades na capital e interior do Paraná. Veja a programação e prestigie o resultado da união de mulheres que lutam contra o racismo e o sexismo estrutural.

Evento homenageou 30 mulheres de diferentes frentes de combate ao racismo estrutural.   No dia 18 de julho de 2019, oito filiadas da Rede de Mulheres Negras do Paraná foram homenageadas, juntamente com outras vinte e duas mulheres, pelo Movimenta Preta. O evento aconteceu no Museu Oscar Niemeyer (MON) e faz parte de uma programação […]

Evento homenageou 30 mulheres de diferentes frentes de combate ao racismo estrutural.

 

Mulheres homenageadas – Foto: Kraw Pennas / SECC

No dia 18 de julho de 2019, oito filiadas da Rede de Mulheres Negras do Paraná foram homenageadas, juntamente com outras vinte e duas mulheres, pelo Movimenta Preta. O evento aconteceu no Museu Oscar Niemeyer (MON) e faz parte de uma programação que tem como objetivo dar visibilidade ao 25 de Julho, Dia da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha e ao Dia Nacional de Tereza de Benguela.

A homenagem abriu o Movimenta Preta e faz parte da programação do Julho das Pretas – PR 2019.

 

Mulheres homenageadas – Foto: Julho das Pretas – PR

Para a Rede de Mulheres Negras do Paraná o momento foi muito relevante e destaca o trabalho da ONG que já tem 13 anos de existência. Mais ainda, estar presente em um evento que contou com a participação de representantes de outras organizações, mulheres que atuam em diferentes frentes, contudo todas em prol do combate ao racismo.

As filiadas da RMN-PR que foram homenageadas foram: Alaerte Martins, Angela Martins, Angela Sarneski, Heliana Hemetério, Juliana Mittelbach, Marina Galdino, Michely Ribeiro e Silvana Bárbara.

Após as homenagens houve a inauguração da exposição do Coletivo EróÊre, realizado pelo Museu de Arte Contemporânea do Paraná (MAC) e pela Secretaria da Comunicação Social e da Cultura do Paraná. A exposição faz parte do Projeto “EróÊre: Negras Conexões”, em celebração ao Julho das Pretas. O EróÊre é um coletivo formado por artistas visuais negras de Curitiba, entre elas Eliana Brasil, filiada à Rede Mulheres Negras – PR.

 

Mulheres do Coletivo EróÊre – Foto: Julho das Pretas – PR

O Julho das Pretas – PR 2019 continua com suas atividades na capital e interior do Paraná. Veja a programação e prestigie o resultado da união de mulheres que lutam contra o racismo e o sexismo estrutural.

VER TAMBÉM: